5 dicas para otimizar a apresentação da sua empresa

Depois de muito esforço com a prospecção, chegou a hora de mostrar para o cliente todo o potencial da sua empresa. Este é o momento de dizer ao cliente que você possui a solução que ele procura. E a melhor forma de conquistar a confiança neste momento é impressionar o seu público com a apresentação da sua empresa.

Sabemos que a apresentação de uma empresa pode ser fator decisivo para perder ou fechar uma nova venda. Pensando nisso, separamos algumas dicas de como você pode otimizar esse recurso para iniciar ótimos relacionamentos comerciais. Confira!

 

1. Defina um objetivo claro para a apresentação da empresa

Para que a apresentação seja um sucesso, sua estrutura deve ser clara e objetiva. Você precisa ser o mais claro possível para a sua plateia. É dessa maneira que a atenção de todos será atraída e você conseguirá mostrar os atributos, vantagens e diferenciais que tem a oferecer.

Uma maneira muito eficiente de “enxergar” suas apresentações é como um recurso para levar sua audiência do ponto “A” ao ponto “B”. Você precisa desenvolver uma narrativa capaz de mudar o estado inicial das pessoas para o estado desejado e só é possível definir essa mudança quando se tem objetivo claro. E não se esqueça de fazer o chamado à ação. Se você espera que as pessoas solicitem a visita de um representante depois da sua apresentação, é importante pedir claramente a elas que solicitem um representante.

 

2. Conheça o seu público

Jamais corra o risco de fazer a apresentação da empresa sem conhecer o que o espera. Os potenciais clientes acreditam fortemente que você conhece seus negócios, produtos, mercado e concorrentes. Pesquise bastante antes de elaborar a sua apresentação, sempre focando no comportamento e necessidades da sua audiência.

Para conhecer o seu público, você deve:

  • Estudar o mercado em questão;
  • Descobrir as principais tendências e problemas;
  • Entender como os maiores concorrentes têm se comportado.

Uma boa forma de começar essa pesquisa é analisar relatórios anuais, boletins, catálogos ou publicações comerciais do futuro cliente. Além de tornar a apresentação da empresa mais assertiva, você ficará mais preparado para prováveis objeções e poderá se adiantar em seus argumentos e respostas.

 

3. Comece pelo texto

Antes de montar os slides, é preciso elaborar o roteiro da apresentação. Isso facilita avaliar as ideias para separar o que realmente funciona e o que deve ser apresentado.

Não se esqueça de ser objetivo e claro na mensagem que você quer passar. Tenha o cuidado de escrever apenas o que é relevante e relacionado ao problema do seu público ou à solução que você deseja apresentar. Também não tenha medo de eliminar o excesso. Na maioria das vezes, a máxima do “menos é mais” é verdadeira. Lembre-se também que escrever o texto de maneira sucinta facilita a memorização na hora da apresentação.

 

4. Não recicle apresentações antigas

Pode ser tentador ganhar tempo ao aproveitar apresentações anteriores, mas você perderá dois pontos com essa atitude. O primeiro diz respeito ao risco de apresentar um verdadeiro Frankenstein para a plateia, com ideias e slides remendados e desconexos. É possível perder até mesmo a identidade visual da sua empresa, que poderia ser um importante recurso para transmitir a sua mensagem.

O segundo ponto é que você e seu negócio estarão sempre no passado, fechados para o novo. Ao reciclar materiais antigos, você deixa de aproveitar novas tendências e ferramentas para tornar a apresentação da empresa cada vez mais otimizada.

Mas calma, isso não quer dizer que você não pode aproveitar absolutamente nada de outras apresentações. No entanto, caso opte por fazer isso, revise o material para garantir que tudo esteja condizente com o novo roteiro e totalmente adaptado à nova identidade visual.

 

5. Tenha uma mensagem principal

Ao terminar a apresentação da empresa, o que a audiência precisa se lembrar? Se você pudesse deixar apenas uma mensagem, qual seria?

Defina uma mensagem principal a partir de uma reflexão sobre os objetivos da apresentação e o interesse que a audiência tem em cima desses objetivos. Ao cruzar os resultados dessas reflexões, você chegará à sua mensagem principal e poderá explorá-la corretamente. Essa técnica ajudará na síntese do seu conteúdo. Se um argumento (ou slide) reforça esta mensagem principal, é importante, se não, é secundário e pode ser eliminado.

E aí, gostou das nossas dicas para otimizar a apresentação da empresa? Quer explorar mais o assunto? Então aproveite para entender por quê a sua apresentação não vende e melhore a sua estratégia agora mesmo!

Comentários

Comentários

Rastreou de seu site.

Deixe um comentário

Você deve ser logado para publicar um comentário.