Sua apresentação não vende?

Um dos maiores desafios das empresas hoje em dia é criar um relacionamento maduro e estável com um cliente. Por mais que pareça brincadeira, esse é um fato que muitos negócios ainda não conseguiram compreender. Se você fisgar um cliente com uma ideia boa, você o terá debaixo das suas asas por um tempo.

A maneira para que isso se torne verdade absoluta é outro desafio enfrentado na hora de montar uma apresentação.

O pitch de apresentação pode ser uma boa alternativa de conquistar esse público. Nós já detalhamos vários aspectos desse assunto, que você pode conferir aqui. Como este post, vamos explorar como você pode montar uma apresentação que venda mais.

 

Apresente-se para construir um relacionamento

Pessoas que não gostam ou não sabem fazer um pitch e dizem que eles não funcionam.

É importante deixar claro que nenhum pitch de apresentação deveria ter o objetivo de efetivar uma venda, já que elas não foram desenvolvidas para isso.

Existem vários gatilhos motivacionais que levam o seu cliente para a decisão de compra, e uma boa apresentação certamente não é um desses motivos.

O grande segredo nesse assunto é entender melhor para o que e para quem você vai desenvolver a sua apresentação.

Um dos principais objetivos de um pitch é servir como introdução de um relacionamento junto ao cliente. Dependendo de onde for realizada a apresentação, você pode deixar um gancho para aprofundar um determinado assunto em uma segunda apresentação e, assim, conquistar ainda mais esse cliente.

O importante é estabelecer o que é interessante e o que é relevante para o seu cliente em potencial: afinal, relacionamentos se constroem a partir de interesses em comum.

 

Apresentações não são, necessariamente, o gancho para a venda

Comentamos anteriormente que o pitch não é pensado como um trampolim para a venda. Pode ser um processo natural na experiência do cliente, que teve algum gatilho acionado naquele momento e conseguiu se sentir engajado pelo que sua marca apresentou.

Por isso, não pense no pitch apenas como um instrumento de venda. Ele deve ser muito mais do que isso e promover uma conversa sobre um assunto com o cliente. A conquista é resultado de uma boa apresentação. E é a partir desse ponto que começa a construção do relacionamento interessante com o cliente em potencial. A venda, que acontece em um outro momento, é uma consequência direta desse bom relacionamento.

Então, durante o seu pitch, não fique disparando palavras como “compre” ou “adquira” ou qualquer outro sinônimo para essa ação. Mostre que o seu produto ou serviço tem qualidade e diferencial, e que vale a pena ser conhecido. Tenha cautela. E dê uma lida nesse nosso post para você entender um pouquinho mais sobre o que falamos dos elementos que devem ser levados em conta na hora de montar uma apresentação.

 

Crie confiança, ganhe credibilidade

Um dos motivos poderosos para um pitch – e que acaba garantindo a venda – é a confiança que o cliente tem em seu produto e a melhor forma de obtê-lo é por meio de um relacionamento interessante.

E, como já explicamos, é nesse ponto que a apresentação pode ajudar: na construção do relacionamento. Se você for capaz de construir um relacionamento baseado na confiança, a sua marca ganha credibilidade.

Vamos pensar numa empresa que trabalhe com tecnologia: o processo natural para a venda é apresentar o produto para os clientes em potencial, despertar a curiosidade na pessoa sobre o produto ou serviço oferecido, iniciar um relacionamento a partir dessa curiosidade e conquistar a sua confiança para que ela, de fato, concretize uma venda.

É só a partir desse momento que você pode dizer que uma apresentação obteve sucesso ou não. No pitch, a sua obrigação é marcar a pessoa com o que existe de melhor no seu produto ou serviço. Você deve ser capaz de persuadi-la e mostrar que você tem credibilidade para falar sobre algo.

Com isso em mente, você será capaz de conquistar novos clientes já na apresentação. Ao demonstrar confiança e conquistar credibilidade, sua empresa será capaz de trilhar os caminhos para um negócio bem-sucedido.

Comentários

Comentários