5 Dicas para sua página de empresas no LinkedIn

Ter uma página em uma rede social é um item obrigatório para as empresas aumentarem a presença na internet, estabelecerem canais mais ágeis de comunicação e ampliar as conversões no oferecimento de produtos e serviços. No momento de escolher em qual rede colocar o nome e a marca da empresa, a tendência é olhar para os canais que contam com o maior número de usuários, como o Facebook e o Instagram. Porém, uma rede mais segmentada também pode ser um meio bem eficiente, se utilizado de forma adequada.

O LinkedIn surgiu em 2002 com o objetivo de criar conexões entre profissionais, que podem apresentar em seus perfis suas aptidões, informações sobre a carreira, objetivos, etc. Hoje, essa plataforma conta com mais de 500 milhões de usuários em 200 países e, em 2016, foi adquirida pela Microsoft. Esse crescimento fez o LinkedIn ampliar as oportunidades não só para profissionais, mas também para as próprias empresas venderem seus produtos e serviços em um canal mais direcionado aos negócios. Portanto, a rede não se limita apenas ao anúncio de novas vagas de emprego.

Criar uma página no LindedIn para empresas

Para criar uma página para empresa no LinkedIn, basta acessar o menu soluções e procurar a aba “Crie uma Company Page”. Assim como em um site, uma página de empresa na rede social deve passar credibilidade e fornecer informações precisas e confiáveis sobre suas atividades. Confira algumas dicas para gerenciar uma página nesta rede social empresarial.

Tenha uma Identidade visual consistente

A imagem da capa deve demonstrar claramente qual é a sua empresa e, principalmente, transmitir confiança e credibilidade. Elabore a identidade visual e a mensagem com muito cuidado, afinal essa será a primeira impressão que o usuário terá sobre a sua empresa.

Invista no conteúdo

Mantenha o feed de notícias sempre atualizado e capriche no conteúdo. Produza vídeos, fotos e eventos para aumentar os compartilhamentos das informações e a visibilidade da página. Se sua empresa vende um produto, que tal exibir um vídeo sobre seu funcionamento? Se for do ramo educacional, os vídeos podem ser sobre qualificação profissional. Webinários, e-books e links para conteúdos interessantes no blog ou no site também ajudam a divulgar o nome da marca.

Organize a página

Se sua empresa tiver diversos segmentos pode ser criada uma showcase page. Por exemplo, se uma construtora possui um negócio de administração de condomínios, pode criar uma showcase específica desta atividade e tornar administrador o profissional responsável pela área.

Divulgue de várias formas

As novidades sobre a empresa podem ser divulgadas em grupos formados pelos usuários do LinkedIn e também por meio de publicações patrocinadas. Também é recomendável divulgar a página em outras redes, como o Facebook e o Twitter ou fazer e-mail marketing para convidar usuários a seguir a página.

Mantenha o engajamento

Sempre que houver um novo comentário, seja nas publicações ou por mensagens privadas, dê uma resposta e mantenha um relacionamento com o usuário. Essa é uma forma de manter a audiência sempre ligada à página e contribuindo com a divulgação.

Criar uma página no LinkedIn e desenvolver outras ações de marketing pode ser um processo curto e com resultados. Descubra como fazer e ter resultados rápidos para o seu negócio.

 

 

 

 

Continue lendo Sem Comentários

Como aparecer no Google? Fatores que influenciam o posicionamento

O algoritmo do Google leva em conta uma série de fatores para determinar quais páginas vão aparecer nas primeiras posições durante uma pesquisa. Escolher aquela palavra-chave que vai atingir precisamente o público-alvo de um determinado conteúdo ainda é fundamental para fazer a página ser encontrada na rede com facilidade. Porém, para conseguir um bom destaque para o site é preciso fica atento a diversos detalhes. Confira como aumentar as chances de a página aparecer no Google com resultados.

Aparecer no Google com as ferramentas certas

Palavras-chave e SEO

Um bom estudo de Search Engine Optimization (SEO) é o primeiro passo para checar quais palavras-chave estão sendo buscadas para que o conteúdo seja direcionado ao público certo. No entanto, tão importante quanto definir estas palavras é inseri-las na página de maneira correta. Link da página, títulos h1, subtítulos h2 e o primeiro parágrafo devem conter a palavra-chave. A ordem dos termos em uma palavra-chave também merece atenção. Em 2017, a pergunta mais pesquisada no Google foi “Como fazer ovos de Páscoa?”. Portanto, o resultado pode ser melhor utilizando “Como fazer ovos de Páscoa” em vez de “Ovos de Páscoa, como fazer?”.

Page authority e domain authority

Para fazer um conteúdo ter relevância no ranking do Google não basta despejar uma lista de palavras-chave. O conteúdo deve ser único e atender à expectativa do usuário que busca uma informação. Por isso, uma página com esse tipo de conteúdo vai aumentando sua page authority e ganhando mais relevância no Google. Além do conteúdo, a qualidade dos links externos, número de visitantes e conversões também contribuem para o ganho de autoridade. O conjunto destas páginas bem avaliadas dentro de um site aumentam o domain authority, ou seja, o nível de qualidade e a confiabilidade de seu conteúdo.

Page rank e trust rank

O número de links que o site terá em outro é um fator importante para o ranking no Google. Quando uma página menciona o seu conteúdo e insere um link é um indicativo de um conteúdo relevante e isso é levado em conta. Mas só a quantidade de links não basta, é preciso ter qualidade. O trust rank verifica se a página que inseriu o link é confiável e se seu conteúdo é relevante. Um bom conteúdo ligado ao outro pode lançar o site nas primeiras posições do Google.

Outros fatores para fazer o site aparecer no Google

Tempo de carregamento da página, a estrutura adaptada para as telas dos smartphones, facilidade de navegação e códigos html bem organizados também são considerados pelo Google, afinal esses fatores podem ser decisivos para manter o usuário no site por mais tempo, aumentar as conversões e reduzir a taxa de rejeição.

Portanto, para seu site aparecer no Google e alcançar os objetivos é importante sempre atender às expectativas dos usuários, tanto na produção de conteúdo, quanto na estrutura da navegação, para que ela ocorra de forma simples, sem obstáculos e com eficiência.

Outra forma de fazer o site aparecer nas primeiras posições é investir no Google Adwords. Confira como esta ferramenta funciona e extraia melhores resultados com essas dicas.  

 

Continue lendo Sem Comentários

Como funciona o Whatsapp Business?

Há alguns anos o Whatsapp se transformou em mais um canal de atendimento ao cliente, sobretudo para pequenas empresas. Para oferecer mais funcionalidades adaptadas ao ambiente de negócios e ampliar o atendimento para as médias e grandes empresas foi criado o Whatsapp Business. Uma das principais novidades para profissionalizar o uso do Whatsapp foi a criação de uma API, que permite, entre outras ações, o acompanhamento de informações transacionais em tempo real (pedidos online e confirmações) e fazer o atendimento ao cliente. Por exemplo, a página do Facebook da empresa pode ter um link que permite o envio de mensagem pelo cliente diretamente ao Whatsapp.

Instalação do Whatsapp Business

Para instalar a ferramenta basta buscar na Google Play Store pelo nome Whatsapp Business. O app ainda não está disponível para IOS, apenas Android. Os processos de instalação e verificações são os mesmos do aplicativo convencional. Se o seu número já estiver sendo utilizado na versão convencional, o aplicativo irá propor a migração para o Whatsapp Business.

Dica: se o telefone for dual chip será possível ter um número de telefone para o Whatsapp convencional e outro para a versão business.

Whatsapp business: configuração

Após a instalação concluída, é preciso configurar um perfil com informações semelhantes a uma página de negócios do Facebook. Podem ser disponibilizados o nome do estabelecimento, horário de atendimento, site, descrição dos serviços e endereço físico.

Para organizar o atendimento ao cliente existem algumas etiquetas padrão do próprio aplicativo que informam, por exemplo, o novo cliente, novo pedido, pagamento pendente, pago e pedido concluído. É possível adicionar outras etiquetas personalizadas de acordo com a necessidade da empresa, mas a cor da etiqueta já é determinada pelo próprio Whatsapp.

Caminho: configurações >  etiquetas

Para enviar respostas aos clientes, há algumas opções automatizadas que otimizam o tempo. Se muitos clientes perguntam o horário de funcionamento, por exemplo, o aplicativo reutiliza a mensagem para perguntas semelhantes no comando respostas rápidas. Há ainda as opções de mensagem de ausência e mensagem de saudação.

Para escrever uma mensagem, basta pressionar o +. Os recados são configurados para formato texto e podem incluir emojis. Podem ser criados atalhos para essas mensagem que seguirá o padrão com a barra /nomedoatalho. Podem ser escolhidas até três palavras-chave para facilitar o acesso a estes atalhos.

Caminho: menu de três pontos > configurações > configurações de empresa

Métricas do Whatsapp business

Para avaliar a eficiência do atendimento, o aplicativo informa algumas métricas, como o total de mensagens enviadas, mensagens entregues, lidas e recebidas. Porém, este recurso ainda é limitado e não há gráficos e nem detalhamentos por período e os dados só podem ser conferidos pelo próprio smartphone, não sendo permitido o acesso pelo desktop.

Caminho: menu de três pontos > configurações > configurações de empresa > estatísticas

Mas para ter acesso a todas essas funcionalidades, as empresas devem seguir algumas exigências, como não enviar mensagens de cunho promocional e responder as mensagens no prazo de 24 horas para utilizar o aplicativo de forma gratuita.

Já está utilizando o WhatsApp Business? Deixe seu depoimento nos comentários.

 

 

Continue lendo Sem Comentários

O que é omnichannel?

O omnichannel está se consolidando no varejo e está mudando a forma do consumidor se relacionar com as empresas que oferecem produtos ou serviços. O termo omnichannel é uma junção do prefixo em latim omni, que significa todos e channel, que é canal em português, portanto, todos os canais. Este atendimento multicanal integra os diversos tipos de atendimento ao cliente e o objetivo é unificar a experiência da loja física com o ambiente virtual, em que um seja extensão do outro. Assim, o cliente tem o poder de escolher a experiência que deseja no momento da compra, não fazendo distinção entre o ambiente físico e o virtual.

Integração das áreas

O primeiro passo para adotar uma estratégia de omnichannel é integrar todas as áreas de atendimento da empresa. Quando as lojas físicas começaram a implantar seus sites para vendas pela internet uma operação era totalmente independente da outra. No entanto, a realidade do varejo está mudando rapidamente e as empresas devem se adaptar a um novo modo de consumo de acordo com a escolha do cliente. Ele pode, por exemplo, comprar um produto pela internet e trocar na loja física. Pode verificar os detalhes do produto na loja física e fazer a compra por um aplicativo, em vez de pagar no caixa tradicional.

Para fazer esta integração, o investimento em tecnologia é fundamental para permitir que as áreas de vendas, logística, marketing e suporte “conversem” no processo de facilitação da comunicação.

O marketing no omnichannel

Seja qual for o meio de atendimento a esse cliente, é fundamental checar por quais canais ele passou, se viu a oferta por uma rede social, se buscou por um aplicativo e obter o máximo de informações para oferecer a melhor experiência de compra. Hoje, toda as pesquisas e interações dos consumidores são rastreáveis e esses dados devem ser coletados e analisados para direcionar as ações de marketing.

Quais canais geram mais interações? O site, por meio de ferramentas de busca? As ofertas nas redes sociais? Quais buscas são feitas pelos aplicativos? A partir destes dados é possível chegar à persona, ou seja, ao perfil do consumidor, apresentando suas características, comportamento e o que espera do atendimento e do produto. O estudo dos hábitos de consumo se tornou decisivo para chegar ao cliente pelo canal adequado e com a mensagem correta.

Benefícios da estratégia omnichannel

Diante da grande variedade de opções no varejo, o grande desafio é fidelizar o cliente para a marca. Com os consumidores cada vez mais exigentes e buscando comodidade, a diversificação de canais há tempos deixou de ser um diferencial e se tornou obrigatório para as marcas se manterem no mercado de forma competitiva.

Neste contexto, é fundamental o investimento em inovação para potencializar não só a integração dentro das empresas, mas também o próprio processo da comunicação. Portanto, desenvolver uma estratégia de comunicação omnichannel de forma eficaz melhora a satisfação dos clientes, as vendas, a consolidação da fidelização e a imagem da marca.

 

Continue lendo Sem Comentários

Como fazer uma landing page eficiente

O Inbound Marketing é uma das metodologias de marketing digital mais discutidas na atualidade e uma das suas principais ferramentas é a landing page. Ainda que você não trabalhe o Inbound Marketing de maneira plena, se você tem um site ou um blog e quer converter suas visitas em resultados, sejam eles quais forem, deve dar uma atenção especial para as landing pages. Como o nome diz, landing vem do verbo em inglês to land, que significada pousar. Assim, o público pode chegar por meio de ferramentas e busca e “pousar” no site, sendo assim a primeira impressão, o primeiro contato das pessoas com a página. Por isso, toda a comunicação deve ser pensada para que o cliente faça a ação desejada, seja comprar um produto, serviço ou preencher um cadastro. Enfim, todos os caminhos devem levar à conversão.

Continue lendo Sem Comentários