Marketing nas redes sociais e a comunicação instantânea

O marketing mudou muito nos últimos dez anos. E o marketing nas redes sociais muda a cada dia. Para você ter uma ideia, 2017 registrou 2,46 bilhões de usuários nas redes sociais. Segundo o Statista, a previsão para 2018 é que esse número suba para 2,62 bilhões. Em 2021, teremos 3,02 bilhões de usuários. Em termos de comparação, o mundo tem 7,5 bilhões de pessoas.

O Facebook, por exemplo, tem mais de 2 bilhões de usuários cadastrados na rede, enquanto que o WhatsApp registra 1 bilhão de usuários ativos por dia no mundo todo.

São tantas pessoas utilizando as redes sociais e buscando por tantos conteúdos diferentes que, hoje em dia, estar conectado é essencial para a construção de um negócio.

Plataformas como Facebook, WhatsApp, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn geram oportunidades incríveis para um negócio. No Pinterest, por exemplo, 93% dos usuários utilizam a plataforma para planejar ou fazer uma compra.

Saber se posicionar nas redes sociais é o que a maioria das empresas querem entender. E isso é difícil, já que cada vez mais o público consumidor está segmentado e exige uma ação diferente em cada rede social. Por isso, estabelecer o marketing nas redes sociais é conhecer a forma como seu cliente age e o que ele busca.

Pode até parecer óbvio, mas muitas empresas não conseguem sequer pensar nisso. Estabelecer o marketing nas redes sociais vai muito além do que publicar um conteúdo. É preciso saber se comunicar com o seu cliente e entender o que ele busca enquanto consumidor.

Neste artigo, separamos algumas dicas de marketing nas redes sociais voltados para duas plataformas: o Facebook e o WhatsApp.

 

Facebook e a segmentação no marketing nas redes sociais

O primeiro passo para você implementar uma estratégia de marketing no Facebook e divulgar o seu negócio é utilizar uma página de empresa, e não o seu perfil pessoal.

Por mais que os tão famosos algoritmos do Facebook atrapalhem as visualizações das suas postagens, existem recursos numa fanpage que são essenciais para o entendimento do impacto da sua estratégia. As informações de público e o desempenho das publicações e ações na rede social ajudam a entender o sucesso ou o fracasso de uma ideia.

Infelizmente, o alcance das publicações não-pagas é muito baixo. Se você quer que as pessoas realmente vejam o que você está publicando no Facebook, considere investir um pouco em cada postagem. Publicações mais importantes, como novidades, promoções e sorteios, merecem um orçamento maior, assim como os posts que você perceber que está tendo um melhor desempenho.

Uma dica especial para você estabelecer uma estratégia de marketing nas redes sociais é experimentar. Explore a segmentação e descubra que características de público atraem mais vendas. Faça testes publicando textos, imagens ou vídeos diferentes até você encontrar a melhor linguagem junto ao seu público final. Isso te ajuda a aperfeiçoar suas campanhas e conhecer melhor quem está interessado nos seus produtos ou serviços.

Informe-se também a respeito do Facebook Business. Essa ferramenta possui um gerenciador de anúncios com inúmeros controles e permite a realização de testes A/B. O Facebook também oferece um auxílio gratuito para quem está montando uma campanha pela primeira vez. Para acessá-la, clique aqui.

 

O WhatsApp Business e a instantaneidade do marketing nas redes sociais

marketing nas redes sociaisNão existe uma pessoa que não utilize o WhatsApp hoje em dia. Para os negócios, essa é uma ferramenta incrível por ser dinâmica, instantânea, fácil de usar e possibilitar a manutenção do relacionamento com pessoas que já estão em contato com você.

Em janeiro de 2018, foi anunciado o WhatsApp Business, que começou a funcionar no último dia 25. Segundo o Facebook – que é dono do WhatsApp, pequenas e médias empresas utilizam o aplicativo para se comunicar com os seus clientes.

A ideia do WhatsApp Business é agilizar e tornar mais segura a comunicação com os clientes. O aplicativo exige algumas informações sobre a empresa que oferece mais segurança para os usuários.

Algumas das funcionalidades do aplicativo são:

  • Mensagens automáticas, com informações como horário de atendimento, respostas rápidas (do tipo “aguarde um instante, logo iremos atende-lo) ou de ausência (do tipo (“no momento, não podemos atender. Por favor, deixe o seu contato que logo lhe retornaremos”);
  • Segmentação por assunto;
  • Detalhes da empresa, como e-mail, endereço e site.

Duas funcionalidades que chamaram a atenção das empresas é a possibilidade de registrar as métricas de mensagens que foram envidas, entregues e lidas. Isso ajuda a empresa a criar estatísticas se a sua estratégia de comunicação está funcionando ou não.

Além disso, também foi anunciado que será possível utilizar o WhatsApp Business no mesmo celular. Por isso, você não vai precisar desinstalar o seu WhatsApp pessoal e, finalmente, vai conseguir dividir a sua vida pessoal e profissional.

 

Benefícios do WhatsApp Business

No nosso artigo sobre as tendências da comunicação para 2018, indicamos que os chatbots e os chats virtuais estão crescendo dentro das empresas. Como as pessoas estão cada vez mais conectadas, é muito mais fácil e simples pegar uma informação através do chat do Facebook do que ligar para você.

Por isso, o WhatsApp Business pode ser uma excelente alternativa para você se comunicar com o seu cliente.

Em primeiro lugar, porque todo mundo usa o WhatsApp. O aplicativo foi a rede social mais utilizada no Brasil em 2017, seguido pelo Facebook, Instagram, Messegenr e Twitter. Com ele, a comunicação com o cliente se torna mais ágil e instantânea.

A partir daí você pode desenvolver estratégias que te dê espaço para aumentar as suas vendas. Vale a pena, por exemplo, você enviar mensagens com promoções ou desejando um feliz aniversário para o seu cliente. Mas tome cuidado: o atendimento pelo WhatsApp deve ser estritamente profissional. Nada de ficar enviando vídeos ou correntes, hein?

E o melhor com o WhatsApp é o custo nulo. Ainda não sabemos se o WhatsApp Business vai cobrar alguma coisa para habilitar algumas funcionalidades. Mesmo que cobre, ele com certeza será mais barato do que outras ferramentas ou aplicativos de marketing já disponíveis.

 

Dicas de boas maneiras no WhatsApp

Com a chegada dessa nova funcionalidade, fica meio difícil de prever como as empresas estarão agindo e se o WhatsApp Business será bem aceito. Pensando nisso, separamos três dicas de boas maneiras que vão te ajudar a utilizar melhor o aplicativo. Confira:

Tome cuidado para não escrever mensagens de distribuição em massa

Quando for elaborar uma mensagem genérica para divulgar uma promoção ou lançamento, tome cuidado com as expressões utilizadas. Evite “vocês”, “claros clientes” ou “a quem interessar”. Produza um texto simpático e objetivo, e que não seja invasivo. Um exemplo: “Bom dia! Você já conheceu a nossa nova coleção?”

Nada de correntes ou vídeos

Hoje, é muito comum a distribuição de correntes ou vídeos pelo WhatsApp. Em hipótese alguma faça isso com os seus clientes! Você pode prejudicar a sua marca ao se tornar inconveniente.

Tome cuidado com os grupos

Muitas empresas criam grupos de clientes para enviar novidades e promoções. Mas não adicione os clientes sem falar antes com eles. Na hora de finalizar uma venda, pergunte se ele se interessa em entrar nesse grupo e explique qual é o objetivo com essa ideia.

Se você gostou deste artigo, mas tem alguma dúvida, nos envie uma mensagem ou deixe um comentário! Ficaremos muito felizes em poder conversar com você.

Comentários

Comentários