O que é a metodologia ágil?

O que é a metodologia ágil

A metodologia ágil mudou a forma das empresas fazerem o gerenciamento de projetos e beneficia diversos setores, não só a área de produção de softwares, com ciclos rápidos de desenvolvimento com foco na necessidade do cliente.

A metodologia ágil é uma das principais ferramentas que diversos tipos de empresas utilizam para fazer a gestão de projetos e entrega de soluções ao cliente. O formato tradicional de execução de projetos, quando a entrega o resultado é feito apenas no final, não atendia mais ao dinamismo do setor de tecnologia. Hoje, a metodologia ágil ultrapassou as barreiras da indústria de softwares, sendo utilizada nas atividades mais variadas, e não se limitou a ser uma forma de desenvolvimento de projetos, mas sim de gestão, buscando sempre a rapidez e a eficiência.

Neste artigo você vai saber:   

  • Como surgiu essa metodologia
  • Qual é o conceito da metodologia ágil
  • Diferenças entre a metodologia tradicional e a ágil
  • Principais metodologias ágeis

Como surgiu a metodologia ágil?

O crescimento do setor de tecnologia, especialmente das indústrias de software, começou a abrir um gap entre as necessidades do cliente e as entregas. Em 2001, um grupo de programadores de softwares lançou o manifesto ágil, que defendia uma metodologia capaz de entregar aos clientes versões de software com maior frequência e de acordo com a demanda. Assim, seria possível evitar que a solução já estivesse obsoleta no momento da entrega.  

Conceito da metodologia ágil

A metodologia ágil tem como principal objetivo entregar soluções, gerar valor, com maior frequência e de acordo com as necessidades do cliente. O desenvolvimento do projeto é feito em ciclos rápidos que permitem o aperfeiçoamento do produto com o cliente presente em todas as etapas. Um processo ágil otimiza a produção, reduz custos e oferece mais valor ao cliente.    

Diferenças entre a metodologia tradicional e a ágil

Há várias diferenças entre o método em cascata (tradicional) e o ágil.

Ágil

  • O projeto é dividido em pequenas partes, que podem ser desenvolvidas de forma simultânea;
  • O cliente recebe entregas periódicas para acompanhar o andamento e propor alguma alteração;
  • O projeto vai passando por ajustes ao longo do processo e pode ser entregue de forma diferente do que foi previsto inicialmente.

Tradicional

  • As etapas são sequenciais, sendo realizadas uma após a outra;
  • O cliente recebe o produto finalizado, quando está tudo concluído;
  • O projeto inicial geralmente é mantido com poucas ou nenhuma alteração.

O importante é compreender que não existe o melhor ou o pior método, mas o mais indicado ao tipo de projeto. Em uma ação de marketing digital ou no desenvolvimento de um site, por exemplo, a metodologia ágil atende melhor à dinâmica de trabalho, já que as mudanças no meio do caminho podem representar resultados melhores. Já para construir um edifício a metodologia tradicional é a ideal. A empreiteira não vai alterando o projeto a cada andar que é construído do prédio.

Principais metodologias ágeis

Há vários tipos de metodologias ágeis, algumas mais recentes outras mais antigas. É possível escolher uma que se adapte melhor ao projeto em desenvolvimento ou então combinar os processos. Confira quais são os principais tipos de metodologias ágeis.

Scrum

É uma das metodologias mais conhecidas que determina uma dinâmica baseada em três papéis essenciais: o Product Owner, o Scrum master e o time de desenvolvimento. O Product Owner representa o que o cliente espera receber. Já o Scrum Master é o líder do time de desenvolvimento do projeto e vai gerenciar o backlog. No backlog estão as tarefas que cada integrante da equipe deve executar dentro de um ciclo rápido de tempo, que leva o nome de sprint. A cada reunião, que pode ser semanal ou mensal, de acordo com o perfil do projeto, o time apresenta os resultados das sprints e definem os próximos passos.

Kanban

O Kanban foi criado pela montadora japonesa Toyota em 1960 para organizar o trabalho nas fábricas, mas o conceito hoje é aplicado em projetos de diversos tipos. O método é simples e visual, baseado em cartões ou post-its que dão uma visão geral do andamento do projeto. Ferramentas como o Trello fazem um papel semelhante nessa organização nos moldes do Kanban.

Lean

Assim como o Kanban, também tem origem na Toyota que adotava o conceito de lean manufacturing, a manufatura enxuta, com o objetivo de reduzir custos e otimizar o tempo na indústria. No Lean, os recursos são alocados para cada ciclo de desenvolvimento, que deve ser rápido e com melhoria contínua. O método Lean surgiu após a Segunda Guerra Mundial, época da reconstrução do Japão, e hoje baseia a startup enxuta, termo criado no Vale do Silício com a mesma finalidade de otimizar os processos.  

XP

O Extreme Programming, XP, é semelhante ao Scrum, mas é mais específico para a engenharia de software. No XP também são feitos ciclos rápidos de desenvolvimento com testes e revisões contínuas para criar soluções simples e eficientes.

Comentários

Comentários

Rastreou de seu site.

Deixe um comentário

Você deve ser logado para publicar um comentário.