Posicionamento de marca: 3 ótimas dicas para reforçar o branding

Ser lembrado positivamente pelos clientes é o desejo de todo gestor de uma empresa, independentemente de seu segmento. Nesse sentido, o posicionamento de marca tem grande influência, porém nem sempre é tratado como uma prioridade.

Antes de tudo, é preciso entender que o posicionamento de marca lida com o público antes mesmo de ocorrer a primeira compra, estendendo-se até o relacionamento com o cliente no pós-compra, sendo um importante e decisivo fator para a fidelização dos consumidores.

É por esse motivo que o posicionamento deve ser feito com maestria. Para saber mais, acompanhe este conteúdo!

Entenda o processo de posicionamento de marca

Posicionar-se significa, basicamente, fazer escolhas e segui-las consistentemente para atingir melhores resultados com a sua marca.

Trata-se de um processo de criação de uma identidade que vai transmitir os valores de acordo com a proposta da sua empresa, de modo a torná-la atrativa e mais confiável para o público geral.

Hoje em dia, sabe-se que é importante motivar o consumidor. Mas, afinal, o que leva o cliente a querer um produto especifico? A fim de solucionar essa questão, o antropólogo americano Simon Sinek criou uma ótima ferramenta chamada “Círculo dourado”, que é baseada em uma série de três questionamentos: o que, por que e como – ou seja, “o que” a sua empresa faz, “por que” ela faz e “como” ela faz, respectivamente.

Muitos colocam o “o que” em primeiro plano, mas negócios de sucesso fazem o oposto. Para eles, o “por que” é o guia majoritário para suas ações, pois eles entendem que as pessoas não estão interessadas pelo o que você faz, mas sim pela razão por trás do seu negócio.

E o que o posicionamento de marca tem a ver com tudo isso? Simples! Ele tem o papel de equilibrar os três aspectos para ajudá-lo a refletir sobre como você deseja que as pessoas vejam a sua empresa.

Conheça 3 dicas de branding para se posicionar melhor

Veja a seguir algumas práticas para posicionar melhor uma marca diante do público.

1. Humanização da marca

É importante definir uma identidade para a sua marca quando for se relacionar com o público. Não pense nela como uma empresa, mas sim como uma pessoa com traços de personalidade bem definidos.

Essa personalidade varia de acordo com o seu público, considerando fatores como idade, classe social etc.

2. Identidade visual reconhecível

Quais cores e estilos remetem melhor à ideia da sua marca? Que combinação transmite melhor os valores da sua empresa?

A identidade visual é um fator muito importante no relacionamento e na atração de potenciais clientes. Ela deve ser estabelecida segundo critérios minuciosos, e é recomendado trabalhar com pessoas experientes na área para atingir melhores resultados.

3. Tom de voz

Basicamente, o tom de voz tem a ver com a transmissão da “personalidade” da marca, complementando diretamente a humanização dela. Essa é uma forma de reforçar a missão e os valores da empresa no mercado, criando uma comunicação singular com o público-alvo e fazendo com que ele se identifique com os princípios do negócio.

Para definir o tom de voz ideal da marca e a forma como você vai abordar o público em qualquer veículo de comunicação, é necessário fazer uma série de questionamentos. Alguns deles são:

  • qual a missão da minha marca?
  • quais são seus valores?
  • ela tem uma personalidade singular? É respeitada?
  • qual é o seu diferencial?
  • qual é o consumidor ideal? Você o conhece bem?

Existem diversas práticas e técnicas para melhorar o posicionamento de marca no mercado. Elas têm em comum o “mindset” do empreendedor — a forma como ele posiciona os seus ideais sobre a marca e os transmite ao mundo.

Gostou do nosso artigo? Aproveite para assinar já a nossa newsletter e ficar por dentro dos novos conteúdos do blog!

Comentários

Comentários

Rastreou de seu site.

Deixe um comentário

Você deve ser logado para publicar um comentário.