Três exemplos de personas para você se inspirar

Criar uma persona é o primeiro passo para elaborar uma estratégia eficiente de marketing. A persona é um personagem semi-fictício que reúne as características do público-alvo estabelecido para uma ação de vendas ou outro tipo de promoção. Por meio de pesquisas de mercado, é possível obter diversas informações sobre as necessidades, dificuldades, faixa etária, renda, entre outras, para traçar um perfil deste potencial cliente. Após um amplo estudo destas informações é criada a persona, que tem um nome, idade, profissão, ocupação, localização de seu trabalho, residência, etc.

Para explicar melhor o conceito de persona confira alguns exemplos de serviços e como foram criados esses perfis de consumo:

Persona para curso superior

Marcos Carioca tem 17 anos, está terminando o ensino médio e mora na cidade do Rio de Janeiro. Apesar de seu interesse por marketing e economia, ainda não está plenamente decidido sobre qual curso universitário pretende cursar. Ele mora com os pais e são eles que irão pagar a faculdade, mas o limite mensal no orçamento da família com educação é de mil reais.

Dores

  • Não está de todo decidido por uma carreira;
  • Orçamento limitado em mil reais mensais.

Estratégias de marketing

  • Páginas com testes vocacionais podem ser boas landing pages, ou seja, páginas para capturar os dados de contato da persona, além de fornecerem pistas sobre as preferências do estudante;
  • Metodologias e perspectivas das áreas de marketing e economia, por meio de vídeos curtos e apresentação de cursos, podem ser conteúdos atraentes;
  • Com as preferências cada vez mais claras e acentuadas, pequenas palestras, webinars, e-books e infográficos sobre as profissões são opções para gerar os leads.
  • Quanto mais abaixo dos mil reais por mês for um curso, mais interessante é divulgar seu preço para o Marcos.

Persona para empreendedorismo

Pet Marina, tem 25 anos e acaba de se formar em administração na Universidade de São Paulo, USP. Ela faz estágio em uma multinacional, onde ganha por volta de R$ 3 mil por mês, mas seu sonho é empreender. Há anos Marina planeja montar um pet shop e vai precisar recorrer a um empréstimo para iniciar seu próprio negócio e por isso está pesquisando bancos e financeiras para levantar o dinheiro.

Dores

  • Medo de deixar o emprego para empreender;
  • Não tem o capital necessário para começar um negócio;
  • Não tem muito conhecimento sobre linhas de crédito e investidores.

Estratégias de marketing

  • Conteúdos (foto e vídeo) que mostram pessoas como ela, que deixaram o emprego para empreender;
  • Vídeos com dicas para montar e gerenciar um pet shop ou negócios similares, como por exemplo, vantagens de ter um estabelecimento fixo e uma van que atende em domicílio;
  • Webinar com perguntas e respostas sobre o primeiro crédito para uma pequena empresa.

Persona para cursos livres

Robson Publicitário tem 25 anos, mora em Belo Horizonte e trabalha em uma agência de publicidade e propaganda. Ele gosta muito de música e quer fazer um curso de teclado por hobby buscando também aliviar o estresse do dia a dia. Seus estilos musicais preferidos são jazz, blues e rock. Seu orçamento para investir em um curso é limitado e por isso ele busca algo ágil e rápido, além de dar a flexibilidade de pagar por mês.

Dores

  • Rotina intensa e estressante
  • Pouco tempo disponível
  • Orçamento limitado
  • Sem disposição para cursos longos

Estratégias de marketing

  • Ações na rede social com vídeos sobre as bandas do momento de seus gêneros musicais preferidos;
  • Vídeos com aulas grátis de primeiros passos no teclado são boas formas de atraí-lo para o site de cursos mostrando que a metodologia de ensino é fácil e rápida.
  • Dividir o curso em módulos rápidos com começo, meio e fim que possam ser sequenciados para formar um curso maior.

Os exemplos acima são bem simplificados, mas observe que o que importa são as dores da persona, ou seja, os problemas a serem resolvidos. Já as estratégias de marketing, não fazem parte da persona necessariamente, mas trouxemos neste texto para que você possa entender as implicações das informações levantadas no estudo.

O que mais posso registrar na persona?

Um tipo muito valioso de informação para se registrar é a jornada de compra da persona, ou seja, como se dá o processo de descoberta e decisão. Normalmente separamos em 3 momentos, que são descoberta, consideração e aquisição. Veja um exemplo para uma persona de Pilates:

  • Descoberta: O médico diagnostica problemas na coluna devido à má postura e recomenda fisioterapia ou a prática de Pilates. A persona, que já desejava adotar uma atividade física na sua rotina, decide pelo Pilates.
  • Consideração: Pesquisa no Google sobre estúdios de Pilates para conhecer os formatos e planos de aulas e quais as opções na sua cidade. Também pergunta em grupos de WhatsApp quem conhece estúdios e pede por indicação
  • Aquisição: Visita os estúdios e negocia valores para planos com 2 aulas por semana. O importante para essa persona é ter o acompanhamento de um fisioterapeuta e pagar menos de duzentos reais.

Além da jornada de compra, você ainda pode relacionar os canais de informação que costuma utilizar, motivações, estrutura familiar e qualquer outra informação que lhe parecer relevante.

Comentários

Comentários

Rastreou de seu site.

Deixe um comentário

Você deve ser logado para publicar um comentário.
WhatsApp